Quando criança, Jude e sua irmã gêmea, Taryn, testemunharam o assassinato de seus pais pelo verdadeiro pai de sua irmã mais velha e acabaram sendo levadas para viverem com ele no reino das fadas.

Dez anos se passaram e Jude acabou se acostumando a morar com seu sequestrador. O problema é que todo o reino das fadas é extremamente perigoso para humanos, dos elementos às próprias fadas.

Apesar de viver em constante medo, Jude empurra esse sentimento para o fundo de sua mente e tenta levar a sua vida o melhor possível.

O problema é que ela acaba sendo constante alvo de crueldade por parte do príncipe mais novo do reino das fadas, Cardan, que parece ter uma predileção por torturar Jude. Como será que nossa protagonista vai se virar sendo um alvo tão marcado?

O PRÍNCIPE CRUEL

Holly Black

Eu gostei bastante dessa história. No começo, estava pensando que não estava gostando, porque me incomodava o fato da Jude ser extremamente maltratada. Mas depois eu percebi que o livro é realmente uma experiência e que esse maltrato todo serve para te incomodar e te fazer se sentir como Jude. Aliás, uma salva de palmas para essa protagonista, que mesmo em um mundo cruel com ela, se posiciona como forte e corre atrás do que ela quer.

A metade final do livro me desesperou e me chocou, de tanto mistério, conspiração e surpresa e eu li desesperadamente e acabei querendo correr para o próximo.

Esse livro é o primeiro de uma trilogia. Os seguintes são “O Rei Perverso” e “The Queen of Nothing” (esse último ainda não publicado no Brasil).

Deixe uma resposta