Charlotte, uma britânica que estava em intercâmbio em Nova York, está voltando para casa na véspera de natal quando descobre que todos os vôos de volta para casa foram adiados devido ao mau tempo.

Com um dia inteiro pela frente sem nada para fazer e um coração recém-partido, ela acaba indo para a cidade na companhia de Anthony, um jovem que acabou de levar um fora no aeroporto.

Juntos, os dois desconhecidos vivenciam experiências diferentes em busca de superar a dor do fora. na bela Nova York no dia de natal.

BEIJOS EM NOVA YORK

Catherine Rider

O livro é bem curtinho, pouco mais de 200 páginas, e tem uma escrita bem fluída, então é aquele tipo de leitura que você consegue fazer bem rápido. A história em si se passa em um período curto de tempo, de apenas 12h, mas é muito legal o tanto de coisas que Anthony e Charlotte conseguem fazer. Apesar da ideia inicial ser bem louca – sair pela cidade com um completo desconhecido – os dois estão unidos pelos corações quebrados e pela vontade de esquecer e superar seus exs. Dessa maneira, realizam várias aventuras, enfrentam adversidades e o cenário de Nova York, somado ao clima de Natal, cria um desenvolvimento muito legal para essa história. ⁣

Achei o desenvolvimento do livro bem fofo: a dinâmica entre Charlotte e Anthony era ótima e eles claramente faziam bem um para o outro, mas acho que a autora acabou se atropelando um pouco no final ao apressar as coisas. Afinal, os protagonistas passaram apenas 12h na companhia um do outro e estavam sofrendo por outras pessoas, mas algumas das falas e promessas que eles fazem no final foram um tanto quanto exageradas. Não acho que o final tenha dado muito certo, apesar do desenvolvimento do livro ter sido bem legal e da leitura ter sido um bom passatempo.

Deixe uma resposta