Portia Gadstone precisava de alguém poderoso para se casar e lhe garantir proteção contra alguns problemas de seu passado.

Através de um anuncio de jornal, a jovem acaba se tornando noiva do Marquês de Havisham, também conhecido como o Marquês louco.

Só que o filho de seu noivo, o Visconde Locksley, não vai permitir que uma aproveitadora se case com seu pai idoso e encontra uma brecha no contrato que permite que ele tome o seu lugar.

Sem nada a perder, Portia entra em um casamento de conveniência com Locke, só que o que eles não esperavam era sentir uma atração tão grande atração um pelo outro e agora não sabem como lidar com isso.

A MARQUESA DE HAVISHAM

Lorraine Heath

Gostaria de começar dizendo que essa trilogia foi uma das minhas descobertas mais preciosas de 2020. Os outros dois livros – Codinome Lady V e O segredo do conde – me conquistaram de tal forma que hoje em dia ocupam grande espaço no meu coração. Por isso, estava mega empolgada pelo lançamento do terceiro livro e para finalmente conhecer a história do sempre tão quieto Locke.
Gostei bastante do enredo de casamento por conveniência e por tudo ter acontecido tão rápido que os mocinhos nem tiveram tempo para pensar. Ambos tinham medo de amar – Portia por ter se decepcionado quando abriu seu coração e Locke por ter crescido com medo de endoidar caso viesse a perder um amor, igual ao seu pai. Entretanto, a grande atração que existia entre eles e o fato de se darem super bem não deixou nenhuma outra alternativa para eles a não ser se apaixonarem.
Nesse livro também conhecemos melhor o famoso Marquês de Havisham, ou Marquês Louco. Nos outros livros, tínhamos a impressão de que ele realmente era maluco, mas percebi que ele só era melancólico e triste por ter perdido o amor de sua vida. Entretanto, nem por isso ele negligenciou seus filhos e pupilos, tratando todos com muito amor e carinho, assim como fez com Portia quando ela chegou à sua família.
Esse foi o livro mais hot dos três e uma ou outra cena me incomodou um pouco (mas só porque eu sou chata, rs), mas isso não modificou minha experiência com essa história linda dessa série que eu amo tanto. Indico para todos e vou continuar panfletando essa série por ai, porque todos precisam ler.

Esse é o terceiro livro da trilogia “Os sedutores de Havisham”. Antes dele temos “Codinome Lady V” e “O Segredo do Conde”, todos já publicados no Brasil pela Editora Gutenberg e com resenha aqui no blog.

2 thoughts on “Resenha | A marquesa de Havisham, de Lorraine Heath

Deixe uma resposta