Agosto foi recheado de leituras, com um total de 8 livros! #chocada

Vem ver o que achei das obras:

Easy – 4,5⭐

Sinopse:

Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria.
 
Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor.
 

Opinião:

Easy foi uma aposta, pois eu não conhecia a autora ou o livro antes de pegá-lo para ler no Kindle Unlimited. Por fim, foi uma grata surpresa!

Adorei a química entre Lucas e Jacqueline e a forma como ela aprendeu, após o término com seu ex-namorado, que o mundo não gira em torno de outra pessoa.

O livro também mostra como nós, mulheres, precisamos estar constantemente atentas ao nosso redor, pois retrata assuntos como estupro e defesa pessoal.

Lucas é um personagem misterioso e apaixonante e fiquei muito comovida com sua história. Inclusive, para quem quiser saber mais sobre o passado do personagem, existe o livro Breakable que é a versão de Lucas sobre a história e também sobre o que passou quando mais jovem.

A escrita é fluida e viciante, o que me fez devorar a história em poucos dias. Confesso que só não dei 5 estrelas, pois senti falta de umas cenas um pouco mais hots hehe. Mas, sem dúvida alguma, recomendo essa leitura!

Carta aos astros – 5⭐💓

Sinopse:

CARTA AOS ASTROS é um spin-off de “Os 12 signos de Valentina”, que pode ou não ser lido em companhia da história de Isadora/Valentina.
 
Dessa vez, o protagonista é Diego Neves, talvez o mais perdido dos jovens perdidos de 21 anos. Preso a um curso de graduação pelo qual não se interessa, sem sucesso na carreira que gostaria de seguir e perdidamente apaixonado pela melhor amiga, ele não sabe exatamente como foi que a sua vida ficou tão complicada.
 
Incapaz de conseguir desfazer o nó que ele próprio formou na cabeça, Diego decide escrever uma carta para cada mulher que passou pela sua vida, redimindo-se de todo mal que um dia causou. Coincidentemente (ou não), cada garota tem um signo diferente. E ele vai descobrir o que exatamente a astrologia lhe reserva…
 

Opinião:

Que eu sou fã da Ray Tavares, não é segredo pra ninguém, mas Carta aos astros me surpreendeu demais nos quesitos comédia e reflexão.

Ray, que é autora de Os 12 signos de Valentina e Confidências de uma ex-popular tem uma escrita leve, atual e divertida, mas Carta aos astros conseguiu arrancar gargalhadas de mim com tanta facilidade que me assustei.

O livro tem uma estrutura um pouco diferente, já que é composto por cartas que Diego escreve para garotas do seu passado. Cada uma delas é de um signo diferente e é muito legal acompanhar as reflexões e pensamentos de Diego acerca do motivo pelo qual seus relacionamentos anteriores não deram certo.

Paralelamente, vemos sua amizade com Larissa, Pietra e João e como esse quarteto precisa lidar com os sentimentos mais profundos que estão surgindo. Veja bem, Diego está apaixonado por Pietra. Pietra está apaixonada por João. João está apaixonado por Larissa. E Larissa está apaixonada por Diego.

Que confusão, né?

Além disso, também poderemos rever Isadora e Andrei, agora morando juntos e precisando superar alguns problemas no relacionamento.

Carta aos astros foi um livro que me surpreendeu muito e aconselho que deem uma chance a essa obra!

Não se apaixone por mim – 3⭐

Sinopse:

Zoe Saint é uma professora de literatura decidida a mudar de vida. O primeiro passo? Contratar o lindo e tatuado Mash White, seu amor platônico do Instagram, como personal trainer.

Depois de conhecer um pouco sobre sua nova cliente, Mash assume também o desafio de ajudá-la a deixar de ser um desastre social e se transformar numa mulher segura e confiante. A única coisa que pede em troca é que Zoe não se apaixone por ele.

Entre os conteúdos previstos para as aulas estão: vencer a timidez indo a um show de rock e conhecer os membros da Black Road, banda mais famosa do mundo, sair em um encontro às cegas com um ganhador do Pulitzer e, por que não, passar por uma transformação completa?!

Mas Mash tem seus próprios problemas, com sua família, sua aparência e um grave caso de coração partido para superar. Ao longo desse mês juntos, eles vão descobrindo mais sobre o outro e uma forte conexão nasce ali, entre flexões, xícaras de café, agachamentos e lasanhas.
“Não se apaixone por mim”. Qual dos dois se arrependerá dessa promessa primeiro… Quem a fez? Ou quem a exigiu?

Opinião:

É uma pena que Não se apaixone por mim não tenha funcionado pra mim, mas não quer dizer que não vá funcionar para você.
 
Normalmente, gosto muito de clichês e não me incomodo nem um pouco com isso, mas senti que, nesse livro, as cenas e o casal em si não foram tão bem construídos. Achei algumas coisas muito forçadas e simplesmente não fui capaz de aproveitar muito a leitura.
 
O fato de ser um livro escrito por uma autora nacional e completamente americanizado influenciou bastante também, pois não consegui me conectar com a história ou com os personagens.
 
Ainda assim, gosto da escrita da autora e já li outro livro dela que curti mais.
 

O segredo de Emma Corrigan – 4⭐

Sinopse:

Funcionária Júnior da Panther Corporation, uma empresa de produtos energéticos e esportivos com filiais por toda Grã-Bretanha, Emma vai a Glascow participar da reunião de marketing sobre um novo refrigerante, a Panther Cola. O que parecia uma grande oportunidade profissional se transforma num pesadelo. Como se não bastasse ter derramado a bebida num superior, seu vôo de volta para casa quase cai. Em momentos de tensão as pessoas fazem as coisas mais estranhas. E Emma Corrigan não é exceção. Acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?
 
Mas o destino decide brincar com a protagonista: o avião pousa em segurança e o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional – e voltar às boas com o pessoal do escritório – Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas. Mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando.
 

Opinião:

Em O segredo de Emma Corrigan, Emma se mete em várias enrascadas e é muito divertido ver como ela tenta resolver seus problemas.
 
Divertido, leve e um clichê muito gostosinho para ler naquela tarde de domingo.
Um ponto que considerei muito forte foi ver a relação de Emma com seus pais e como ela se sente excluída da família por causa de uma prima que se mudou para a casa deles quando ainda eram pequenas.
Confesso que fiquei emocionada e até chorei ao ver as mágoas profundas que Emma sente.
 
Gostei bastante do romance e achei interessante também como a autora nos mostra que o ser humano é uma incógnita. Um dia quereremos uma coisa, mas, no outro, nossos desejos e vontades podem mudar completamente.
 
Além disso, a obra também nos lembra que uma relação é uma via de mão dupla com base na confiança e honestidade, no compartilhamento de nossos segredos e medos.
 
Adorei acompanhar as descobertas de Emma e o romance com Jack, porém, acho que o livro teria sido melhor se tivesse desenvolvido mais o processo de perdão com o erro que Jack comete.
 
De qualquer forma, Sophie Kinsella, mais uma vez, me fisgou!
 

A voz do arqueiro – 4,5

Sinopse:

Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
 
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
 
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
 
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.
 

Opinião:

Se eu tivesse que descrever esse livo em uma palavra, seria pureza.

A voz do arqueiro é um livro emocionante que mostra sobre o quanto o amor é puro em sua essência.

Bree passou por uma situação terrível e foge da vida que conhece para se reconstruir e se reestruturar. Ao chegar em uma nova cidade, se depara com Archer, um homem mudo e misterioso, que é visto como um louco introspectivo pelos outros membros da comunidade.

No entanto, quanto mais ela o conhece, mais percebe que o coração de Archer é muito maior do que todos imaginam.

Esse livro é o encontro de um homem e uma mulher machucados pelo passado e pelo mundo, mas que, juntos, descobrem que são mais fortes do que esperavam.

Um livro cheio de sensibilidade e esperança que conquistou meu coração.

O jogador – 4

Sinopse:

Na primeira vez que encontrei Brody Easton ele estava no vestiário masculino. Foi a minha primeira entrevista como jornalista esportiva profissional. O famoso quarterback decidiu me mostrar tudo. E, por tudo, não quero dizer que ele me disse algum de seus segredos. Não. O idiota arrogante decidiu deixar cair a toalha quando fiz a primeira pergunta. Na frente da câmera. E o famoso ganhador do Super Bowl rapidamente adotou um novo hobby: me provocar.
 
Quando o afastei, ele desistiu de só me provocar e resolveu que queria transar comigo. Mas eu não saio com jogadores. E não é porque sou uma das poucas mulheres que trabalham no mundo do futebol profissional. Eu posso namorar um jogador. É outro tipo de jogador que eu não namoro. Você conhece o tipo: boa aparência, forte, arrogante, sempre querendo ficar com alguém.
 
Brody Easton era um verdadeiro jogador. Toda mulher queria ser a que iria mudá-lo. Mas a verdade era que tudo que ele precisava era de uma garota por quem valesse a pena mudar. De repente, eu era essa garota. Simples, certo?
 
Vamos encarar, nunca é. Há uma história entre o era uma vez e o viveram felizes para sempre…
 
E esta é a nossa.
 

Opinião:

Para os fãs de um bom new adult, aconselho que coloquem O jogador em suas listinhas de leitura!

Gostei bastante das interações entre Delilah e Brody. É divertido e sexy, típico das obras da Vi Keeland.

Delilah é jornalista e ama o futebol americano desde pequena graças ao pai. Porém, no ramo dos esportes, as mulheres ainda não vistas como inferiores aos homens e ela vai provar a todos que estão errados.

Brody está longe de ser aquele típico personagem gostosão que pega todas. Sim, ele tem o porte e a fama, mas, mais do que isso, ele é um homem verdadeiramente altruísta e isso é o que faz dele apaixonante.

A química entre os personagens principais flui muito bem e adorei ver como o passado dos dois influenciam (direta e indiretamente) em seus presentes.

Engano irresistível – 4

Sinopse:

A primeira vez que vi Caine West foi em um bar. Ele notou que eu o estava encarando e deduziu que fosse um flerte. Quando veio falar comigo, coloquei-o na linha, exasperando tudo o que eu pensava sobre ele ser um mentiroso, traidor e egocêntrico.

Sabe, aquele delicioso canalha havia levado minha amiga para jantar; depois, foram para cama e ele nem sequer mencionou que era casado. Por isso, merecia cada xingamento que saía da minha boca. Quando terminei, um sorriso preguiçoso se expandiu em seu rosto perfeito em resposta ao meu sermão. Só então percebi que o homem para o qual eu vociferava impropérios não era o cara certo. Ops. Lindo engano.

Opinião:

Engano Irresistível é mais um new adult da Vi Keeland que incluí nas minhas leituras.

Um ponto forte da obra é a junção do passado e do presente que se encontram de uma forma esperada. Além do mais, a história aborda alguns temas como abuso e violência infantil.

Isso é algo que gosto bastante nas obras da autora, pois, apesar de toda a carga erótica de suas histórias, existe um enredo forte por trás.

Um livro que causa emoção e comoção e fala sobre segundas chances, paixões e amores altruístas.

O melhor de você – 4

Sinopse:

Crystal, uma mulher destroçada, aprendeu há muitos anos que o amor só traz sofrimento. Não sentir nada é muito melhor do que ser magoada de novo. Ela protege o coração ferido por trás de uma fachada impassível e traz dentro de si uma profunda desconfiança com relação aos homens, que, segundo sua experiência, só exploram e depois menosprezam as mulheres.
 
Um homem necessitando de ajuda a despeito de seu passado terrível e sombrio, existe uma inegável bondade em Gabriel Dalton. E, apesar de saber o preço dessa equação, Crystal se sente atraída por ele. O magnetismo dessa relação está derrubando suas defesas e a esperança a faz questionar tudo ao seu redor. Somente o amor pode reparar um coração partido.
 
Crystal e Gabriel nunca imaginaram que o mundo, que roubara tudo deles, traria-lhes um amor tão arrebatador. No entanto, o destino só os conduzirá até certo ponto, e depois a escolha será deles: endurecer seus corações uma vez mais ou criar coragem para arriscar tudo pelo amor?
 

Opinião:

Após ler A voz do arqueiro, fiquei curiosa para ler mais obras de Mia Sheridan e O melhor de você foi minha segunda experiência com a autora.

A carga dramática desse livro mexeu muito comigo, pois ver o quanto os personagens principais sofreram em seus passados chega a ser fisicamente doloroso.

Tanto Gabriel quanto Crystal estão quebrados de alguma forma. Ainda assim, foi lindo ver como um ajudou ao outro a se remendar.

É um livro que vai falar sobre como o amor é capaz de nos fazer inteiro, porém, acima do amor pelo outro, o amor por nós mesmos.

Uma história tocante e profunda que nos faz refletir sobre a importância do amor próprio e de acreditar que todos nós merecemos nossa parcela de felicidade.

Ufa, como podem ver, agosto foi um mês de muitas leituras! Contem pra mim já leram algum desses?

2 thoughts on “Leituras de agosto

Deixe uma resposta