Resenha:

 
Egomaníaco foi meu segundo contato com a Vi Keeland, que me conquistou em cheio com O Chefão. Dessa vez, não foi diferente, pois realmente adorei acompanhar o relacionamento de Emerie e Drew nesse new adult divertido e intenso.
 
Tudo começa quando Emerie, uma psicóloga focada em ajudar casais, se muda para Nova York atrás de um cara por quem ela é apaixonada e é enganada por um corretor, achando que havia feito um ótimo negócio ao alugar um espaço para o seu consultório. O local, na verdade, pertence ao advogado Drew, que não entende nada quando volta de férias e encontra uma completa estranha em seu escritório.
 
 

❝Seu escritório? Acho que você virou na rua errada na esquina entre a loucura e a maluquice.❞

O primeiro contato deles é muito divertido e não demora nada para vermos que os dois tem uma ótima química, apesar de ser completamente diferentes. Emerie é uma mulher que acredita no amor e no casamento, enquanto que Drew foge de qualquer compromisso e trabalha ajudando seus clientes no divórcio. Além disso, ele é completamente cético sobre o matrimônio por conta de seu passado misterioso.
 
Logo, temos duas pessoas em posições opostas quando se trata de relacionamentos, mas que acabam se encontrando numa situação onde um deles precisará ceder.
 
 
❝Você é a cor no meu mundo preto e branco. Antes de conhecer você, eu não entendia porque as coisas não funcionavam com qualquer outra pessoa. Mas eu entendo agora; é porque elas não eram você.❞
 
 
Por fim, preciso dizer que curti bastante o envolvimento dos dois, além do companheirismo que eles têm um com o outro. O passado do Drew foi uma ótima surpresa e não vejo a hora de ler outros romances da autora. Só confesso que esperava um pouco mais de participação do personagem Baldwin. Senti que ele ficou meio perdido na história, como se fosse descartável, sendo que poderia ser o responsável por uma reviravolta interessante. Mas, é isso, super recomendo a leitura 🙂
 

Deixe uma resposta