Resenha:

 
A Chama Dentro de Nós é o segundo livro da série Elementos da Brittainy C. Cherry. Neste livro, vamos conhecer Logan e Alyssa, que são amigos desde sempre, até que esses sentimentos se tornam algo mais e ambos se encontram perdidamente apaixonados.
 
 

“O amor não era uma bênção: era uma maldição, e uma vez que você o convidava para o seu coração, ele só deixava marcas de queimaduras.”

Alyssa vem de uma família com dinheiro e status, além de ser uma grande pianista, mas sofre pelo abandono do pai, que era seu herói e companheiro, e a rejeição da mãe em relação aos seus sonhos de se tornar uma musicista. Enquanto isso, Logan, que é um ótimo cozinheiro e tem como hobbie assistir a todo tipo de documentário, tem uma vida complicada ao precisar conviver com a mãe drogada e o pai violento, o que acaba fazendo com que o próprio garoto comece a ter problemas com a dependência química. Duas pessoas de mundos tão diferentes, mas que se entendem e se apoiam diante de seus problemas e sofrimento.
 
Porém, quando Logan se encontra em um lugar sombrio e imerso nas drogas, nem mesmo Alyssa é capaz de resgatá-lo e, por isso, seu meio irmão decide enviá-lo para a reabilitação em outro estado. Cinco anos depois, ele precisa retornar à sua cidade natal e rever todos os seus medos do passado, além da garota que magoou e deixou para trás. A Chama Dentro de Nós foi um livro muito sensível e tocante, que aborda com muita realidade como um ambiente tóxico de drogas e violência prejudicam uma criança. São assuntos importantes que devem ser falados, especialmente porque, para a nossa infelicidade, é algo mais comum do que podemos imaginar.
 
 

“Descobri que um lar não é um lugar específico, mas a sensação que temos quando estamos com as pessoas que são importantes para nós, um sentimento de paz que apaga os incêndios da alma.”

Logan e Alyssa passam por muita coisa para ficarem juntos, se perdoarem, se aceitarem e se amarem, mas preciso dizer que esse livro é uma mistura do lado feio e o bonito de amar, que nos mostra a importância da esperança e da cumplicidade para a superação dos obstáculos da vida. Gostei muito da força de vontade de Logan para se tornar alguém melhor e se ver livre das drogas mesmo com todos os traumas que passou na infância e adolescência. Gostei mais ainda de ver que Alyssa sempre foi e sempre será o porto seguro dele e vice-versa. Também adorei a história paralela da Erika e do Kellan (irmãos de Alyssa e Logan). Adoraria um livro só com eles dois!
 
 
“Ele se inclinou para frente e me beijou. Ele me beijou com promessas que nunca fizemos um ao outro. Ele me beijou com pedidos de desculpas para coisas que nunca tinha feito. Ele me beijou com tudo o que tinha, e eu o beijei de volta com tudo o que existia dentro de mim.”

Confesso que senti um pouco de falta de saber mais sobre a Alyssa, pois que o foco mesmo foi na história do Logan, mas, mesmo assim, foi um livro envolvente, sensual e tocante que recomendo muito 🙂

Deixe uma resposta